segunda-feira, 2 de abril de 2012

Carta-Proposta: Música ao Vivo no Parto (projetada de forma personalizada)

Carta-Proposta: Música ao Vivo no Parto (projetada de forma personalizada)

Apresentação/Justificativa Geral: A música é uma das linguagens mais tenras da humanidade e sempre acompanha o ser humano nos momentos mais importantes. Neste contexto, justificamos a prática de música personalizada, estruturada a partir do olhar científico e acadêmico desenvolvido pela Universidade Nova de Lisboa, através do laboratório de Música para Criança. Um dos principais teóricos, pesquisador e investigador que relaciona a psicologia da apreensão da linguagem musical infantil chamam-se Edwin Gordon, no qual nos baseamos. Outra referência não só importante, mas, fundamental, conjugada com outros autores, é o trabalho artístico e acadêmico da Professora e Doutora Helena Rodrigues – Coordenadora do Laboratório de Música e Comunicação na Infância da Universidade Nova de Lisboa, onde estou ligado como aluno do Mestrado em Ciências da Educação – Formação de Professores em Educação Musical no Ensino Básico, na Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa.
Objetivo/Justificativa Específica (fato gerador da proposta): Promover a prática de música ao vivo durante o Parto. Pois, como Professor licenciado, pianista, regente coordenador dos corais composto por mil vozes de alunos infanto-juvenis da Rede Pública do Recife e idealizador da prática de música dentro dos Cemitérios, já por 17 (dezessetes) anos consecutivos e ininterruptos, alcançando um público médio de mais 200 (duzentas) mil pessoas viventes beneficiadas, e um público expressivo de pessoas que já foram homenageadas aos seus respectivos retornos a Deus ( http://www.youtube.com/watch?v=&feature=player_embedded ). Pois, o filósofo Sócrates afirmou que tudo vem de Deus e volta para Ele. Dessa forma, pensamos na possibilidade de mais uma inovação para ampliar a qualidade do processo de receptivo de novas vidas vindas ao Planeta Terra com música e musicalidade junto às parturientes. Eu ficaria imensamente feliz se ao nascer tivesse uma comissão de recepção com família, amor e arte.
Metodologia:
I - Composição musical personalizada para o bebe a partir do recolhimento da cetimetragem cadencial do coração do bebe, através dos exames de ultrasonografia.
II - Apresentação da proposta a mãe parturiente e médica acompanhante.
III - Apresentação da proposta de inovação e agregação de valor diferencial e humanitário ao Hospital e Plano de Saúde.

Plano de execução da música quântica e acalanto com harmonia: Deverá acontecer de forma modular e flexível ao processo vital de nascimento, portanto, de maneira flexível, sensível, com leituras e releituras atentas à necessidade de ajustes instantâneos, inclusive de silenciar a fonte sonora totalmente ou parcialmente. Nada deverá ocorrer com formato engessado, pois a vida é sempre dinâmica e fluida.    
Módulo I – Religare: (música calma) - Nesse momento será produzida música com sentido religioso contemporâneo, expressando a intenção de religar o homem/criatura ao Criador com sons leves e singelos. Esses sons terão o objetivo e efeito repousante do ponto de vista muscular. Deverá aumentar a produção de neurotransmissores responsáveis pelo bom estado de equilíbrio do sistema dinamogênico.  A função de música nesse momento singelo e mágico é estimular processos de ampliação da naturalidade do parto, do conforto da mãe e a equipe. No sentido de melhorar a qualidade já existente nos trabalhos profissionais transcorridos no cenário atual. A música ambientará o local com uma configuração confortável, aumentando o teor do prazer de ser e existir, produzir, reproduzir, soar, e ressoar. Crianças que nasçam nessa atmosfera terão chances de expandirem seus processos de afinações simbólicas numa grelha arquetípica mais ampla.
Musical Módulo II – (música natureza) – Releitura de estruturas melódicas, cientificamente projetadas pelo Edwin Gordon para aprendizagem musical, interligando-a aos elementos da natureza como terra, água, ar e fogo. Nesse momento, do parto, em que o cérebro primitivo assume o controle, todos os movimentos energéticos vitais passam a se movimentar diretivamente com essência da natureza em expansão. Esse diálogo silencioso com a essência da vida, do nascer, será reforçado com sons musicais com a intencionalidade de reconhecimento e gratidão a entidade fôlego vital. A Terra e Água estão representadas no corpo/útero da mulher, assim como o Ar e o Fogo, respectivamente, estão presentes na vida da parturiente e do rebento que vai nascer. O Fogo representa ainda, nossa centelha divina, partícula luminosa que salta de um corpo incandescente grandioso e nos fecunda. A música do segundo módulo fará referência a esses conceitos e indicadores do fogo como centelha divina.
Módulo III – (música para o recém chegado) - Receptivo específico para o Bebe dizendo: seja bem vindo. Esse será o momento de tocar a música feita com exclusividade, de forma personalizada para o Bebe a partir do seu DNA sonoro (rítmico, cadencial, melódico, harmônico) identificado pelo compositor de música quântica. Essa composição será o resultado síntese, dos contatos e estudos prévios que identificaram as faixas freqüências elementares de luz e sons num ato de gratidão a vida com “v” grande.
Obs.: Se por acaso aconteça alguma interrupção vital do fluxo de nascimento, as mesmas músicas e intenções serão disponibilizadas para o nascimento ou renascimento do Bebe para sua origem.
Infraestrutura:
·         Piano de Cauda esterilizados
·         Grupo de Música de Câmara composto por uma média de 6 músicos
·         Um câmara men para registros de imagens que servirão para autoscopia/avaliação da proposta
Resultados Esperados:
ü      Ampliação da qualidade nos serviços de parto, do feto saído à luz. 
ü      Inauguração de uma forma especial no ato de parir natural da antiga Pártia.
ü      Distribuir em partes, dividir ou repartir bons e positivos dividendos para o Hospital que será o primeiro a inaugurar essa proposta, conjuntamente com outros patrocinadores que se sentirem sensibilizados com a proposta.
ü      Fazer história e oferecer aos clientes e ao novo mercado consumidor do Século XXI o que buscam com o seu poder de compra: A satisfação de ser diferente para melhor e cadê vez mais tornando o ato de viver um fenômeno especial.
Referências Bibliográficas (pessoas e fundamentos de referência acadêmica e fundamentações conceituais):


Professora,  Doutora Helena Rodrigues:                  http://cesem.fcsh.unl.pt/investigacao/investigadores/investigadores-integrados/helena-rodrigues   
- Desenvolvimento musical na infância – práticas informais estruturadas e não estruturadas. O caso de BebéBabá, Andakibebé e Primeira Bichofonia. In P. Martins (Ed.), Infâncias Possíveis, Mundos Reais, Resumos do I Congresso Internacional em Estudos da Criança (pp. 100-101). Braga, Ed. IEC – Universidade do Minho (com Paulo Maria Rodrigues).
- O que os bebés nos contam, o que os bebés nos cantam. In P. Martins (Ed.), Infâncias Possíveis, Mundos Reais, Resumos do I Congresso Internacional em Estudos da Criança (pp. 99). Braga, Ed. IEC – Universidade do Minho. (em colaboração com João Pedro Reigado e António Rocha).
 - Investigação em Psicologia da Música: estudos críticos. (Co-editor with Cristopher          Johnson) Lisboa: Ed. Colibri


Edwin Gordom, Investigador da Psicologia da Pedagogia Musical                                                               http://www.escola-musica.com/metodologias-e-exames/edwin-gordon.html    

The Gordon Institute for Music Learning - Teoria de Aprendizagem Musical

- Edwin Gordon (n. 1927) é um dos mais destacados investigadores da atualidade no âmbito da Psicologia e Pedagogia da Música, que tem passado grande parte da sua vida profissional a desenvolver e ensinar a Teoria de Aprendizagem Musical. Não se trata de um novo método para ensinar música, mas sim de uma teoria sobre como as pessoas (nomeadamente as crianças) aprendem música. A originalidade na perspectiva de E. Gordon é, precisamente, questionar-se não sobre como se deve ensinar música, mas antes como esta é aprendida. Em que momento a criança (ou adulto) está preparado para aprender determinada competência, e qual a sequência de conteúdos. De acordo com o autor, a música é apreendida da mesma forma que a nossa língua materna.


Fritjof Capra (Áustria, 1 de fevereiro de 1939 - ) é um físico teórico e escritor que desenvolve trabalho na promoção da educação ecológica. http://pt.wikipedia.org/wiki/Fritjof_Capra 


Pietro Ubaldi – Filósofo conteporâneo e Escritor do Livro a Grande Síntese para os Problemas da Humanidade. http://www.ubaldi.org/obra/livros/a-grande-sintese


Amit Goswami – Físico quântico que proponhe a ponte entre ciência e saúde quântica. http://video.google.com.br/videoplay?docid=-8523224814213525431&ei=_E1GS8mNGYjUqQLj4KjBDQ&q=amit+goswami+roda+viva&hl=pt-BR&view=3# 


Wallace Carvalho – Coordenador da Universidade Quântica          http://www.saudequantum.com/site2/index.php


Oicnama -  Filósofo contemporâneo, pedagogo e arte-educador


Lúcio Mustafá – Filósofo contemporâneo, Artista Plástico, Poeta e um dos líderes do Movimento Realistas Urbanos.

Proponente: Prof. Givanido Amâncio
CV - Curriculo Vitae Europass

Nenhum comentário:

Postar um comentário